Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Etiquetas:

A Teoria de Tudo (2014)

The-Theory-of-Everyhing-657x360.jpg


Stephen Hawking, inglês hoje com 73 anos, nunca foi normal. Até aos 21 anos, era apenas muito mais inteligente do que todos os outros. Nessa idade, descobriu sofrer da Doença de de Lou Gehrig (esclerose lateral amiotrófica, a tal que deu, recentemente palco ao Ice Bucket Challange). A doença que dava-lhe dois anos de vida. Uma das mais brilhantes mentes do nosso tempo, como se sabe, sobrevive até hoje, ultrapassando em 50 anos a previsão. Eddie Redmayne (Os Miseráveis, Birdsong, A Minha Semana com Marilyn, Os Pilares da Terra ou Duas Irmãs, Um Rei) é Stephen num papel que já lhe valeu o Globo de Ouro e lhe valará, provavelmente, o Óscar. Aqui, fala-se de física, claro mas fala-se mais de como Jane, que com ele se casou aos 20 anos se apaixonou por ele e lhe dedicou a vida. Numa interpretação não meu pujante, Felicity Jones faz da mulher que deu três filhos a Stephen e os seus melhores anos de vida, que permitiram que o físico se sentisse amado, bem cuidado e livre para produzir a sua marcante obra. Esta é a história de Jane Hawking. Brilhante à sua maneira.

Autoria e outros dados (tags, etc)

26.01.15

Etiquetas:

O Jogo da Imitação (2014)

IG_02611.jpeg


Benedict Cumberbatch um dos melhores atores da atualidade dá vida a Alan Turing matemático inglês que desvendou o código nazi Enigma tendo contribuindo para que a II Guerra Mundial durasse menos dois anos, poupando a vida a cerca de 14 milhões de pessoas. Turing, um génio, construiu uma máquina para o efeito, que está na génese dos computadores atuais.


O filme, que conta ainda com Keira Knigthley ou Matthew Goode, centra-se nos anos do quebrar do código alemão mas, também, na homosexualidade de Turing levando-nos aos seus tempos de escola e ao seu primeiro amor e anos 50 onde é perseguido pela polícia pela sua orientação sexual. A interpretação de Benedict é fabulosa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

19.01.15

Etiquetas:

Marco Polo (2014)

 


marco-polo-tv-review-netflix.jpg


 Marco Polo foi um aventureiro comerciante veneziano que conheceu a cultura mongol como nenhum outro na sua época. A nova superprodução Netflix, uma das mais caras de sempre, oferece uma versão mais colorida e livre das aventuras do jovem italiano. Aqui Polo é deixado na corte pelo pai em troca de um livre-trânsito para fazer negócio na Rota da Seda.


Inteligente e com uma visão única da realidade, o jovem torna-se numa peça-chave na política de Kublai Khan, neto do grande Gengis e soberano mongol, à beira de conquistar a China. "Relata o que vês, da forma como o vês" é a forma como o "Khan dos Khans" se dirige, com frequência, ao "Latino". É a sua visão europeia que Khan procura, pelo menos até perceber que Polo é, afinal, um dos seus mais inteligentes subditos, superando até, em estratégia e análise política, o próprio filho e herdeiro - Jingam.


 


Com intriga, sexo, batalhas e um rol de personagens interessantes muito à Game of Thrones; cenários e coreografias à O Tigre e o Dragão, este Marco Polo é uma das boas surpresas da época.

Autoria e outros dados (tags, etc)

19.01.15

Etiquetas:

O Juiz (2014)

the-judge-toronto-film-festival-2.jpg


Hank (Robert Downey Jr.) é uma estrela da advocia americana. No entanto, o seu casemento está a ruir e não regressa à cidade onde cresceu há 20 anos. A súbita morte da mãe, fa-lo regressar ao Indiana e à suas raízes onde encontra Sam (Vera Farmiga), sua namorada de adolescência, os irmãos e o pai, o implacável Juiz Palmer (Robert Duvall). Quando se prepara para regressar à "cidade grande", Hank é comfrontado com uma acusação ao pai. O Juiz Palmer é acusado de ter matado um homem. E Hank fica para o defender e conhecer como nunca conheceu.

Autoria e outros dados (tags, etc)

16.01.15

Etiquetas:

Tyrant (2014)

20140519-134636-g.jpg


 


Barry parece ser um homem feliz. Afinal, tem uma família bonita e uma carreira de sucesso. Mas, Barry nasceu Bassam, filho de um ditador do médio oriente. Após 20 anos de ausência aceita regressar para o casamento do filho. Leva consigo a mulher e os filhos para conhcerem o contraste entre o luxuoso palácio onde cresceu e a realidade crua das ruas. A súbita morte do pai e a personalidade algo psicopata do irmão, novo líder, fazem com que se mantenha naquela terra que já não é a sua mas onde só ele pode dar um conttributo positivo em nome da família.


 


Uma série interessante com toques de uma Homeland light e com um elenco interessante onde se destacam Adam Rayner (Barry); Jennifer Finnigan (mulher de Barry); Ashraf Barhom (irmão) e as belas e talentosas Moran Atias (mulher do irmão e paixão de juventude) e Sibylla Deen (mulher do sobrinho).

Autoria e outros dados (tags, etc)

12.01.15

Etiquetas:

Foxcatcher (2014)

Foxcatcher.jpg


 Nos anos 80, John du Pont, membro da família mais rica dos EUA decide deixar de lado o tédio e forma uma equipa de luta greco-romana. Na teoria, quer usar o seu muito dinheiro para ajudar os lutadores americanos a sobressairem nos Jogos Olímpicos de 1988 e em todos os seguintes. Na prática, quer alimentar o seu ego, juntando os melhores e fingindo ser ele a razão do seu sucesso desportivo. Esta personalidade é visivel no seu desejo de ser conhecido como "A Águia Dourada da América". Steve Carell, conhecido pelas suas habilidades como cómico, tem interpretação de luxo como du Pont, que convida Mark Schultz (Channing Tatum), medalha de ouro em 1984, para ser a estrela da equipa Foxcatcher. Na pobreza, Mark aceita e torna-se num protegido de John. É quando Dave Schultz (Mark Ruffalo), irmão, lutador e treinador se junta à equipa que tudo começa a descambar. Baseado em factos verídicos, este é um filme que cativa pelas interpretações do trio principal mas que deixa muito a desejar, tornando-se, demasiadas vezes, chato.

Autoria e outros dados (tags, etc)

09.01.15

Etiquetas:

The Salvation (2014)

salvation_a.jpg


 Jon (Mads Mikkelsen), um europeu a viver na América de 1870, apanha uma diligência (transporte público de então) com a mulher e o filho, recém chegados ao território. No caminho, uma dupla de bandidos encanta-se pela beleza nórdica de Marie e acaba por se livrar de Jon e violá-la, bem como matar-la e ao filho. Horas depois, Jon, ex-soldado, consegue encontrar a dupla e matá-la. O que não sabia é que um dos criminosos era irmão de Delarue (Jeffrey Dean Morgan) um ex-coronel que aterroriza a pequena cidade onde Jon vive. Segue-se, pois, uma prevísivel matança. Apesar do elenco - inclui Eva Green - é um filme prevísvel e sem grande interesse.

Autoria e outros dados (tags, etc)

08.01.15

Etiquetas:

The Drop (2014)

tom-hardy-the-drop.jpg


 O bar do Primo Marv é ponto de encontro da classe trabalhadora. É, também, um dos bares controlados por uma família de mafiosos chechenos que o usam para entrega e recolha de dinheiro sujo. Enquanto isso Marv (James Gandolfini) e o primo e empregado Bob (Tom Hardy) tentam viver a sua vida. Bob, homem de poucas falas e sorrisos, vê a sua vida mudar quando encontra um pequeno pitbull maltratado. Com a ajuda de uma desconhecida - Nadia (Noomi Rapace) - trata e adota o cão, que passa a ser parte central da sua vida, bem como a jovem. No entanto, à medida que o ex-namorado de Nadia aparece em cena e a personalidade de Marv vem ao de cima, Bob vê a sua vida mudar drasticamente. Mais um grande interpretação de Tom Hardy, após Locke, Batman ou Warrior.

Autoria e outros dados (tags, etc)

07.01.15

Etiquetas:

Homesman (2014)

2014-12-04-thehomesman.jpg


 Mary Bee Cuddy (Hilary Swank) é uma solteirona no Oeste Selvagem. O seu feitio forte e determinado afasta pretendentes e a fazendeira sente-se só e com a auto-estima em baixo. Por isso, não hesita em aceitar uma missão que todos os homens da região receiam - transportar três mulheres que eloqueceram para uma instituição adequada, do outro lado do país. Sem o esperar, acaba por ter companhia. Após lhe salvar a vida, passa a contar com George Briggs (Tommy Lee Jones), um ex-soldado solitário. Duas grandes interpretações.

Autoria e outros dados (tags, etc)

05.01.15

Etiquetas:

Cinema Por acaso: Bigger than the sky (2005)


De Al Colrey, este Bigger than the sky é um filme de uma simplicidade tocante, que vai das lágrimas às gargalhadas e dá a volta, e que traz ao cinema o desvanecer da vida, mas acima de tudo a inquietude dos palcos, onde não há papéis pequenos, só atores pequenos. Um elenco de qualidade num filme de qualidade. Uma história de superação, de auto-encontro e das intermitências da morte. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

04.01.15





Barbearias & Cabeleireiros

GENERALISTAS

FEMININOS

MASCULINOS





aRmário

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D