Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Quando a paternidade chega

É como um turbilhão de emoções, um tsunami que nos arrasta de dentro de nós de volta a nós mesmos, que se olhássemos o espelho, novamente, apenas uma década depois. Não é como as intermitências da morte, que dizem tornar tudo mais claro. É outro tipo de experiência, é a que nos arrebata de vez da juventude, que nos obriga a crescer, que nos coloca de frente com a evidência do devir, da inevitabilidade do tempo, da fugacidade da vida. E são nove meses que passam a correr, que fogem, entre cursos, exames, e tantas desventuras, mudanças físicas, compras. São as ecografias que nos revelam os primeiros contornos de uma existência estranha, um ser que aparece e se forma e muda o quotidiano de uma família inteira. E muda-nos, efetivamente, porque descobrimos algo mais para além de nós, que é parte de nós. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

08.05.17






Barbearias & Cabeleireiros

GENERALISTAS

FEMININOS

MASCULINOS





aRmário

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D