Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Etiquetas:

Teia de Cinzas


Como o Francisco já escreveu, Camilla Läckberg não é uma escritora de Nobel, das profundezas da alma humana, das cogitações da humanidade. A sua literatura tem o condão do entretenimento, do lazer de Verão, ou de uma noite de Inverno na paisagem sueca de Fjallbacka. Teia de Cinzas entrecruza acontecimentos espassados por um século, ligados por laços de sangue, por cinzas de fogos e morte. Camilla Läckberg nunca nos defrauda.

Autoria e outros dados (tags, etc)

18.10.16


2 comentários

De A Princesa de Stilletos a 18.10.2016 às 20:40

Gosto muito do estilo dela. Não obstante ser sempre muito "straight to the point", consegue cativar o leitor do principio ao fim da história. Já li praticamente todos os livros dela e juro que não me canso.
Beijinhos e boa semana :)

De João Ferreira Dias a 01.12.2016 às 09:53

Obrigado pela visita e comentário. De facto hoje vivemos um período em que a literatura tem de ser straight to the point, particularmente nos policiais, não há uma grande profundidade emocional dos personagens, apenas acontecimentos. igualmente!

Comentar post






Barbearias & Cabeleireiros

GENERALISTAS

FEMININOS

MASCULINOS





aRmário

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D